Meu espaço

Aqui nada acontece (às vezes)

O que fiz no mês (Janeiro de 2014)

If you want to read this text in English, read the page 2 of this post!

Olá a todos!
Novamente direi aqui o que li, assisti e joguei. Escrevo aqui só para catalogar meus hábitos, e nem mesmo pretendo aqui analisar o conteúdo que observei.
Eis a lista do mês.

1 de janeiro
Eu terminei o jogo de Super Famicom Final Fight Tough na dificuldade “Normal”
Mais informações:
Final Fight 3 – Wikipédia, a enciclopédia livre
Final Fight 3 – Capcom Database – Capcom Wiki, Marvel vs Capcom, Street Fighter, Darkstalkers and more

3 de janeiro
Assisti ao episódio Training Camp (Campo de Treinamento) de XIII: The Series (XIII: O Anonimato)
Mais informações:
“XIII: The Series” Training Camp (TV Episode 2011) – IMDb

Assisti ao filme “Assalto ao Banco Central”
Mais informações:
Assalto ao Banco Central – Wikipédia, a enciclopédia livre
Assalto ao Banco Central (2011) – IMDb

4 de janeiro
Assisti ao episódio Monster from the Id/Gi-Ants (O Monstro do Id/Formigantes) de Disney Phineas and Ferb (Disney Phineas e Ferb)
Mais informações:
“Phineas e Ferb” Monster from the Id/Gi-Ants (TV Episode 2012) – IMDb
O Monstro do Id – Phineas e Ferb Wiki
Formigantes – Phineas e Ferb Wiki

5 de janeiro
Assisti ao episódio Burning Down the Bayit de Family Guy (Uma Família da Pesada)
Mais informações:
Burning Down the Bayit – Wikipedia, the free encyclopedia
“Family Guy” Burning Down the Bayit (TV Episode 2012) – IMDb
Burning Down the Bayit – Family Guy Wiki

13 de janeiro
Assisti ao filme Carancho (Abutres)
Mais informações:
Abutres (2010) – IMDb

Assisti ao filme La mujer de mi hermano (A mulher do meu irmão)
Mais informações:
A Mulher do Meu Irmão (2005) – IMDb

14 de janeiro
Assisti ao episódio Ted Bundy de Deranged (Serial Killers)
Mais informações:
About Deranged : Investigation Discovery

23 de janeiro
Assisti ao episódio The Fight de Criminal Minds (Mentes Criminosas)
Mais informações:
“Mentes Criminosas” The Fight (TV Episode 2010) – IMDb

25 de janeiro
Assisti ao filme キューティーハニーF(フラッシュ) (Cutey Honey F (Flash))
Cutey Honey Flash (movie) – Anime News Network

Anúncios

Páginas: 1 2

31 de janeiro de 2014 Posted by | Vida | Deixe um comentário

O que fiz no mês (Dezembro de 2013)

If you want to read this text in English, read the page 2 of this post!

Olá a todos!
Decidi hoje começar uma nova seção por aqui, onde mensalmente direi o que li, assisti e joguei. Escrevo aqui só para catalogar meus hábitos, e nem mesmo pretendo aqui analisar o conteúdo que observei. Talvez algum fuxiqueiro espreitador queira ver o que faço, e por curiosidade queira ler/assistir/jogar algo que viu aqui, não é?
Bem, é isso. Eis a lista do mês.

1 de dezembro
Assisti Robot Carnival
Mais informações:
Robotto kânibaru (Video 1987) – IMDb
Robot Carnival – Wikipedia, the free encyclopedia

2 de dezembro
Assisti True Grit (Bravura Indômita)
Mais informações:
Bravura Indômita (2010) – IMDb
True Grit (2010) – Wikipédia, a enciclopédia livre

Assisti ao episódio Scared Stiff (Morta de Medo) de CSI: NY
Mais informações:
“CSI: NY” Scared Stiff (TV Episode 2010) – IMDb

3 de dezembro
Assisti ao episódio Endless Summer de The Glades (Destino Final: Palm Glade)
Mais informações:
“The Glades” Endless Summer (TV Episode 2012) – IMDb

4 de dezembro
Assisti ao episódio Road to Hell: 135 SW Street (Caminho ao Inferno) de Nightmare Next Door (Vizinho Assassino)
Mais informações:
“Nightmare Next Door” Road to Hell: 135 SW Street (TV Episode 2012) – IMDb

Assisti ao episódio Son of Sam (Filho de Sam) de Deranged (Serial Killers)
Mais informações:
About Deranged : Investigation Discovery

6 de dezembro
Assisti ao filme Under Siege 2: Dark Territory (A Força em Alerta 2)
Mais informações:
A Força em Alerta 2 (1995) – IMDb

Assisti ao episódio Skiddley Whiffers (Sabujos Ligeiros) de Disney Phineas e Ferb (Disney Phineas and Ferb)
Mais informações:
“Phineas e Ferb” Skiddley Whiffers/Tour de Ferb (TV Episode 2011) – IMDb
Sabujos Ligeiros – Phineas e Ferb Wiki

7 de dezembro
Assisti ao filme Munich (Munique)
Mais informações:
Munique (2005) – IMDb
Munich (film) – Wikipedia, the free encyclopedia

12 de dezembro
Assisti ao filme Rachel Getting Married (O Casamento de Rachel)
Mais informações:
O Casamento de Rachel (2008) – IMDb
Rachel Getting Married – Wikipedia, the free encyclopedia

13 de dezembro
Assisti ao episódio Skip Day de The Cleveland Show
Mais informações:
“The Cleveland Show” Skip Day (TV Episode 2011) – IMDb

Assisti ao episódio The Christmas Special (Especial de Natal) do Regular Show (Apenas um Show)
Mais informações:
“Apenas Um Show” The Christmas Special (TV Episode 2012) – IMDb
The Christmas Special – Regular Show Wiki

20 de dezembro
Assisti ao episódio Spookbeeld de Van God Los (Godforsaken: Assassinos Verdadeiros)
Mais informações:
“Van God Los” Spookbeeld (TV Episode 2011) – IMDb

22 de dezembro
Assisti ao filme “Cine Holliúdy”
Mais informações:
Cine Holliúdy | Blog oficial do longa metragem CINE HOLLIÚDY
Cine Holliúdy (2012) – IMDb

Assisti ao episódio Be Careful What You Fish For de Family Guy (Uma Família da Pesada)
Mais informações:
“Family Guy” Be Careful What You Fish For (TV Episode 2012) – IMDb

Assisti ao filme Antwone Fisher (Voltando a Viver)
Mais informações:
Voltando a Viver (2002) – IMDb
Antwone Fisher (film) – Wikipedia, the free encyclopedia

23 de dezembro
Assisti ao episódio Ghosts de Castle
Mais informações:
“Castle” Ghosts (TV Episode 2009) – IMDb
Ghosts – Castle Wiki

25 de dezembro
Eu terminei o jogo de PlayStation 3 Earth Defense Force: Insect Armageddon na dificuldade “Normal”
Mais informações:
Earth Defense Force: Insect Armageddon: Official Website
Agente_Rolf’s Earth Defense Force: Insect Armageddon Trophies – PSNProfiles.com

28 de dezembro
Assisti ao episódio Caged Heat (Fogo Enjaulado) de Supernatural (Sobrenatural)
Mais informações:
“Sobrenatural” Caged Heat (TV Episode 2010) – IMDb

Assisti ao episódio Appointment in Samarra (?) de Supernatural (Sobrenatural)
Mais informações:
“Sobrenatural” Appointment in Samarra (TV Episode 2010) – IMDb

Assisti ao episódio Welcome to Westfield de Fringe (Fronteiras)
Mais informações:
“Fringe” Welcome to Westfield (TV Episode 2012) – IMDb
Welcome to Westfield – Wikipedia, the free encyclopedia
Welcome To Westfield – Fringepedia FRINGE Wiki

Páginas: 1 2

31 de dezembro de 2013 Posted by | Vida | | Deixe um comentário

“Street Fighters” em Yu Yu Hakusho

If you want to read this text in English, read the page 2 of this post!

Ontem à noite pedi ao meu irmão que me emprestasse alguns CDs que ele tem com episódios de Yu Yu Hakusho para que eu pudesse assistí-los. Gosto muito desse desenho. A primeira vez que vi todos os seus episódios foi nos tempos em que ele era exibido na Rede Manchete, na década de 1990. Depois disso voltei a revê-los quando meu irmão comprou um montante de dez CDs com episódios gravados da televisão em VHS, digitalizados no formato RealMedia, em 2004. Começo agora a assistir todos os episódios novamente, com o mesmo ou talvez maior apreço que das outras vezes.

Assisti a doze episódios, e num deles um detalhe curioso me chamou a atenção. É dele que vim escrever sobre, e apesar de tê-lo visto antes, só agora é que notei esse detalhe (pelo menos ao que me lembro).

No nono episódio, chamado de O Sucessor no Brasil (originalmente 幻海の継承者トーナメント開始, que seria “O torneio do sucessor de Genkai começa”), há a aparição de personagens que são muito parecidos (isso se não forem eles mesmos) com alguns lutadores dos jogos Street Fighter e Street Fighter II: The World Warrior.

Após uma rápida procura em sites de busca, logo vi que não fui o único a notar tal detalhe. No sítio da Wikia de Yu Yu Hakushouma seção com o nome “Referências”, onde a primeira delas é justamente essa aparição dos lutadores no desenho animado. Há diversos fóruns em que esse assunto é comentado, mas o mais curioso é ver alguns comentários totalmente distorcidos sobre o fato. Alguns desses comentários, por exemplo, citam a aparição de personagens que nem mesmo aparecem nas cenas. Um dos que vi chegou a citar a aparição de um personagem no mangá, e conferindo o depoimento, vi que era mentira. Sendo assim, vi também que as pessoas gostam de vangloriar-se, mesmo desconhecendo o assunto.

Bem, sem mais delongas, verifiquemos as imagens.

Ryu e Retsu
Em minha opinião, Togashi nem queria fazer alguma referência aqui, mas o monge à direita lembra Retsu, de Street Fighter (se bem que quase todo monge budista/xintoísta se veste dessa maneira).

Yusuke e Kuwabara, com Zangief ao fundo
Essa sem dúvida foi uma referência a Street Fighter II. Pode-se ver claramente que o homem no centro da imagem lembra Zangief, sem pelos no peito, e com uma grande cicatriz nele.

Yusuke com Dhalsim ao fundo
Outra referência a Street Fighter II. Ao lado direito da imagem vemos um homem parecido com Dhalsim.

Yusuke, Kuwabara e E. Honda(?)
Aqui, à esquerda da imagem, aparece um lutador de sumô, que dizem ser E. Honda, mas sinceramente pode ser qualquer lutador. Não há uma referência clara aqui.

Chun-Li(?)
Aqui, bem no centro da imagem, há uma pessoa vestida de azul com dois coques no alto da cabeça, que lembram a personagem Chun-Li.

Ryu e Guile(?)
E por último, à esquerda da imagem, é possível vermos um personagem com uma vestimenta parecida com a de Ryu. Dizem também que ao lado dele há um homem com o cabelo parecido com o de Guile.

E é isso. No texto da Wikia que citei diz também que estão ali Ken, que sinceramente não vi, e T. Hawk, que se for a pessoa que estou pensando, nem cheguei a mostrá-la aqui pois nada tem a ver com ele.

Se quiserem ver mais curiosidades sobre o desenho, sugiro que visitem a seção de curiosidades do site Yu Yu Leiko Network. Com licença, agora vou continuar a ver o desenho. Até logo.

Páginas: 1 2

28 de janeiro de 2012 Posted by | Vida | , | 5 Comentários

Do meu hoje para o seu amanhã

Estava eu ontem a escrever coisas para um trabalho da faculdade, quando do nada me pus a cantarolar a melodia de uma canção. Ela surgiu subitamente em meu pensamento, e não consegui lembrar-me imediatamente de onde era. Alguns minutos depois, eu me recordei: tratava-se da música do encerramento de um seriado japonês que costumava assistir, chamado por aqui de Esquadrão Especial Winspector.

Não sei se é do conhecimento de vocês, mas as músicas apresentadas na abertura e encerramento de seriados japoneses correspondem à metade ou a um terço da música original. Pois bem, fui ao YouTube e lá vi o encerramento que via nos anos 90, e notei que nunca tinha ouvido a música por completo.
Sendo assim, procurei então pelo vídeo com a música completa. Ao mesmo tempo, encontrei a letra da música (em japonês). Após ouvir a música que gostava e cantar seguindo a letra, como num playback, decidi procurar pela tradução da letra. Curiosamente vi que não havia (ou pelo menos não encontrei) nenhuma tradução! Com essa situação, não tive escolha senão eu mesmo traduzir a letra, que vocês podem conferir a seguir:

Kyō no ore kara ashita no kimi e, cantada por Takayuki Miyauchi
 
今日のおれからあしたの君へ
Kyō no ore kara ashita no kimi e
Do meu hoje para o seu amanhã
     
知っているかい? この地球が
こんなに青く 美しいわけ
どんな命も 同じまぶしさ
同じ重さで 生きてるからさ
今日の地球はおれたちが守る
明日は君が救ってくれ
情熱 希望 やすらぎ
レッド! イエロー! グリーン!
合言葉は愛
ウィンスペクター ウィンスペクター
Shitteiru kai? Kono hoshi ga
Konna ni aoku utsukushii wake
Donna inochi mo onaji mabushi sa
Onaji omosa de ikiteru kara sa
Kyō no chikyū wa oretachi ga mamoru
Ashita wa kimi ga sukutte kure
Jōnetsu Kibō Yasuragi
Reddo! Ierō! Gurīn!
Aikotoba wa ai
Uinspekutā Uinspekutā
Você sabe a razão desse planeta
Ser tão azul e lindo?
É porque todo tipo de vida tem o mesmo deslumbramento
E vivem pelo mesmo valor
Nós protegemos a Terra de hoje
Você precisa salvar o amanhã
Paixão Esperança Paz
Vermelho! Amarelo! Verde!
O lema é amor
Winspector Winspector
     
聞こえるだろう? 遠い空
遥かに君を呼んでる声が
あれは夢見る 少年だけに
届く未来のメッセージなのさ
今日の大地を思いきり蹴って
明日へ君は さあ飛び立て
激しく 熱く 優しく
レッド! イエロー! グリーン!
おれたちのように
ウィンスペクター ウィンスペクター
Kikoeru darō? Tōi sora
Haruka ni kimi o yonderu koe ga
Are wa yumemiru shōnen dake ni
Todoku mirai no messēji na no sa
Kyō no daiji o omoikiri kette
Ashita e kimi wa saa tobitatte
Hageshiku Atsuku Yasashiku
Reddo! Ierō! Gurīn!
Oretachi no yō ni
Uinspekutā Uinspekutā
Você ouvirá? O distante céu
Ao longe uma voz o chama
Essa é a mensagem do futuro que alcança
somente os sonhos dos jovens
A terra de hoje é rejeitada com toda a força
Até amanhã, venha, você voará
Agressivamente Ardentemente Gentilmente
Vermelho! Amarelo! Verde!
Como nós
Winspector Winspector
     
情熱 希望 やすらぎ
レッド! イエロー! グリーン!
合言葉は愛
ウィンスペクター ウィンスペクター
Jōnetsu Kibō Yasuragi
Reddo! Ierō! Gurīn!
Aikotoba wa ai
Uinspekutā Uinspekutā
Paixão Esperança Paz
Vermelho! Amarelo! Verde!
O lema é amor
Winspector Winspector

Gostaram? Quem me conhece sabe que sou amador no quesito tradução, por isso não posso garantir total credibilidade no que aqui escrevi, ou seja, pode haver erros. Apesar disso, creio que o texto esteja bom.

Bem, ficarei ouvindo a música por aqui até cansar (se é que isso é possível).

30 de agosto de 2011 Posted by | Tradução, Vida | , , | Deixe um comentário

Alzheimer

Hoje estava a verificar minha caixa de entrada de correio eletrônico e acabei me deparando com uma mensagem interessante enviada por minha tia, em 5 de maio de 2009, às 15:08.
Sei que é difícil acreditar na credibilidade de algumas mensagens enviadas para nós, mas nesta vejo que não há nada de mal que surja da prática das atividades citadas.
Deixo a seguir a íntegra do texto a mim enviado.

Importantíssimo

A cada 1 minuto de tristeza perdemos a oportunidade de sermos felizes por 60 segundos.

Sobre o Alzheimer
Roberto Goldkorn é psicólogo e escritor

Meu pai está com Alzheimer. Logo ele, que durante toda vida se dizia ‘o Infalível’. Logo ele, que um dia, ao tentar me ensinar matemática, disse que as minhas orelhas eram tão grandes que batiam no teto. Logo ele que repetiu, ao longo desses 54 anos de convivência, o nome do músculo do pescoço que aprendeu quando tinha treze anos e que nunca mais esqueceu: esternocleidomastóideo.
O diagnóstico médico ainda não é conclusivo, mas, para mim, basta saber que ele esquece o meu nome, mal anda, toma líquidos de canudinho, não consegue terminar uma frase, nem controla mais suas funções fisiológicas, e tem os famosos delírios paranóicos comuns nas demências tipo Alzheimer.
Aliás, fico até mais tranqüilo diante do ‘eu não sei ao certo’ dos médicos; prefiro isso ao ‘estou absolutamente certo de que…’, frase que me dá arrepios.
E o que fazer… para evitarmos essas drogas?
Como?

Lendo muito, escrevendo, buscando a clareza das idéias, criando novos circuitos neurais que venham a substituir os afetados pela idade e pela vida ‘bandida’.
Meu conselho é para vocês não serem infalíveis como o meu pobre pai; não cheguem ao topo, nunca, pois dali só há um caminho: descer. Inventem novos desafios, façam palavras cruzadas, forcem a memória, não só com drogas (não nego a sua eficácia, principalmente as nootrópicas), mas correndo atrás dos vazios e lapsos.
Eu não sossego enquanto não lembro do nome de algum velho conhecido, ou de uma localidade onde estive há trinta anos. Leiam e se empenhem em entender o que está escrito, e aprendam outra língua, mesmo aos sessenta anos.
Coloquem a palavra FELICIDADE no topo da sua lista de prioridades: 7 de cada 10 doentes nunca ligaram para essas ‘bobagens’ e viveram vidas medíocres e infelizes – muitos nem mesmo tinham consciência disso.
Mantenha-se interessado no mundo, nas pessoas, no futuro. Invente novas receitas, experimente (não gosta de ir para a cozinha? Hum… Preocupante). Lute, lute sempre, por uma causa, por um ideal, pela felicidade. Parodiando Maiakovski, que disse ‘melhor morrer de vodca do que de tédio’, eu digo: melhor morrer lutando o bom combate do que ter a personalidade roubada pelo Alzheimer.

Dicas para escapar do Alzheimer:
Uma descoberta dentro da Neurociência vem revelar que o cérebro mantém a capacidade extraordinária de crescer e mudar o padrão de suas conexões.
Os autores desta descoberta, Lawrence Katz e Manning Rubin (2000), revelam que NEURÓBICA, a ‘aeróbica dos neurônios’, é uma nova forma de exercício cerebral projetada para manter o cérebro ágil e saudável, criando novos e diferentes padrões de atividades dos neurônios em seu cérebro. Cerca de 80% do nosso dia-a-dia é ocupado por rotinas que, apesar de terem a vantagem de reduzir o esforço intelectual, escondem um efeito perverso; limitam o cérebro.
Para contrariar essa tendência, é necessário praticar exercícios ‘cerebrais’ que fazem as pessoas pensarem somente no que estão fazendo, concentrando-se na tarefa. O desafio da NEURÓBICA é fazer tudo aquilo que contraria as rotinas, obrigando o cérebro a um trabalho adicional. Tente fazer um teste:

– use o relógio de pulso no braço direito;
– escove os dentes com a mão contrária da de costume;
– ande pela casa de trás para frente; (vi na China o pessoal treinando isso num parque);
– vista-se de olhos fechados;
– estimule o paladar, coma coisas diferentes;
– veja fotos de cabeça para baixo;
– veja as horas num espelho;
– faça um novo caminho para ir ao trabalho.

A proposta é mudar o comportamento rotineiro!

Tente, faça alguma coisa diferente com seu outro lado e estimule o seu cérebro. Vale a pena tentar!
Que tal começar a praticar agora, trocando o mouse de lado?
Que tal começar agora enviando esta mensagem, usando o mouse com a mão esquerda?

FAÇA ESTE TESTE E PASSE ADIANTE PARA SEUS (SUAS) AMIGOS (AS).

‘Critique menos,
trabalhe mais.
E, não se esqueça nunca de agradecer!’

Sucesso para você!!!

13 de janeiro de 2011 Posted by | Vida | | Deixe um comentário

Olá

Clique aqui para ouvir essa lista no site do goear

31 de agosto de 2010 Posted by | Vida | Deixe um comentário

Revendo eventos do ano de Nosso Senhor de 2009

E cá estou, o último dia do ano em que ficarei sentado à frente deste computador a escrever algo neste blog que estás a ler neste momento (se é que alguém é paciente o suficiente para ler o que escrevo).

Pois bem, este ano foi caótico para mim. Caótico mesmo. Desorganizei-me de tal maneira que não fui capaz de reverter totalmente a situação adversa. Dormia à tarde e estudava nas madrugadas. Às vezes nem dormia. A verdade é que queria mais tempo para fazer mais coisas, e através desse pensamento desordenado é que minhas forças foram se exaurindo (e consequentemente não conquistando o objetivo almejado), e com o cansaço exorbitante é que meus estudos foram prejudicados. Creio que em todas as provas que tive a partir do segundo semestre de 2009, li os textos que deveria ter estudado por meses somente de seis à quatro horas antes do exame. Sendo assim, não podia ser diferente: minha pior nota foi 6,5 e minha melhor foi 9, e no meio um amontoado de setes.
Mas aí você pergunta: "Que mal há nisso?". O problema é que sei que podia ter feito bem melhor. Só fiz o suficiente para obter uma nota média ou um pouco acima dela. Errei no ano passado ao deixar todas as tarefas para o último minuto, só que neste ano fiz ainda pior. Espero ter forças e fé para deixar-me guiar para o lado da luz e da sanidade para assim poder ser mais feliz ano que vem.

Pois bem, este ano tive alegrias. Algo que quase sempre em toda a minha vida até este momento eu sempre reclamei foi da minha falta de sorte. Mas agora notei que a possuo e sempre possuí, mas não atentava que ela sempre estava presente em "pequenos grandes" detalhes. Não foi só pelo fato de ter encontrado uma cédula de R$ 5,00 no meio-fio, assim como várias moedas que pagaram parte das xerocópias que tirei para meus estudos, mas sim porque tenho energia elétrica, porque tenho o que comer, porque tenho pessoas em que posso confiar. Acreditem, mas há pessoas que nem isso têm, e sofrem com certos detalhes que acabam sendo desvalorizados por aqueles que desfrutam de tais bens. Ceguei-me perante pequenas coisas que menosprezava antes, mas que agora vejo que elas me dão sorte, e que posso utilizá-las para viver melhor.

E é isso. Se foi um ano ruim, tentarei fazer melhor. Se foi bom, tentarei fazer melhor do mesmo jeito. É como sempre digo: "É a vida."
O.k., que venha 2010.

30 de dezembro de 2009 Posted by | Vida | | Deixe um comentário

É só comigo que acontece mesmo…

Para variar, umas coisas tolas que só acontecem comigo…

Estava eu a editar um artigo na Wikipédia, e nele fiz alterações consideráveis (para não dizer enormes). Fazia tudo isso no próprio editor de wikitexto do site, mas aí ocorreu o infortúnio. Na metade de meu trabalho eis que a energia elétrica acaba! Maldição! Não sei como não gritei impropérios no momento, assim como não sei como não fiquei enfuriado.
Fiquei mesmo desesperado… como? Eu havia perdido assim todo o trabalho feito. Agora só posso voltar a editar em uma outra hora quando tiver paciência, qualidade esta que se encontra ausente em minha pessoa na maior parte do tempo.
Mas ainda não havia acabado…

Já que não havia energia elétrica decido dormir para descansar um pouco. Passava das 14 horas nesse momento. Pus então o despertador para tocar às 20:00 h.
Demorei ao menos uma hora na cama até adormecer, porém acordo com o som alto do vizinho a tocar música sertaneja…
Olho para o relógio e vejo: não era nem cinco e meia da tarde. Continuo deitado mas a música não para, e para “melhorar” a situação, a conversa alta “ajuda” em meu descanso. Passada meia hora, levantei, e vendo que a energia havia voltado, decidi ligar o computador, afinal não conseguiria dormir naquela situação. Sento na cadeira e aperto o botão de força. Notei então uma coisa: os sons haviam cessado.

Pensei comigo mesmo: “só faltava essa”, mas a verdade é que era isso mesmo. Onde estava o barulho? Tudo havia parado de imediato. Era um silêncio incomum, sem latidos dos cachorros, gritos de crianças, barulhos de motores… nada. E assim tive de amargar o resto do dia com dor de cabeça.

É triste ver como a Lei de Murphy funciona tão bem comigo!

9 de novembro de 2009 Posted by | Vida | , | Deixe um comentário

Aventurando-me com bovídeos

Venho aqui contar um breve causo que me ocorreu na quarta-feira, dia 14 de outubro de 2009.
Após uma afadigosa aula de latim na faculdade, o sol a pino e o céu sem nuvens deixava o clima extremamente quente. Para ir até minha casa tenho de passar por um loteamento dotado de muitos terrenos baldios, e neles por diversas vezes um proprietário de uma quinta das proximidades utiliza o local para seu gado pastar.
Eis que retornava para casa e lá estava o gado a pastar e estercar as ruas da cidade. Como permitem que o gado ande pela área urbana? Só aqui onde vivo mesmo.

Loteamento
O loteamento que citei, em foto datada de 2008. O lugar é cheio de lixo e carcaças de animais mortos, inclusive de alguns novilhos que ali faleceram.

Pois bem, passo ao lado de bois, vacas e novilhos a ruminar quando adiante, à minha esquerda, vejo um mamífero artiodáctilo ruminante a mugir em alto tom. Acho que neste momento o leitor já deve imaginar o evento ocorrido.
Era um boi com grandes e pontudos cornos, de pelagem marrom e nem era assim tão grande… não era um brutamontes como um desses nelores que costumamos ver em leilões de gado reprodutor.
Como estava dizendo, vi ali o boi a mugir. Ele estava de costas para mim naquele momento. Ele mugia até que passei "ao lado" (uns 20 m de distância) dele, quando repentinamente ele parou de "bradar" quando me avistou. Naquele momento eu não o fitava, só caminhava rumo a minha casa. Como que num mau pressentimento olhei para trás sem um motivo específico, quando surpreendi-me com o boi a mugir ainda mais alto que dantes e a se aproximar de mim imprimindo certa velocidade em suas passadas! Assustado, pus-me a correr!
Corri por alguns metros apenas e voltei a olhar para trás, e lá vinha o ruminante a avançar! Foi aí que apertei o passo e corri o mais que pude…
Quando a uns 300 m de distância e já bastante ofegante, observo a minha retaguarda novamente para assegurar que estou em segurança. Ao longe vejo o boi parado ao lado de uma montanha de terra por onde passei, onde tratores estavam a escavar a rua para por galerias pluviais. Creio que foi este obstáculo que deteve o avanço do animal.
A partir daí só caminhei até minha casa rindo de meu infortúnio.

É isso! Espero que tenham se divertido com minha desgraça… é só rindo para não chorar!

18 de outubro de 2009 Posted by | Vida | , | Deixe um comentário

Algumas atualizações

Deixo aqui algumas atualizações dos últimos tempos:

A colmeia de vespas ou marimbondos, não sei, foi destruída por meu pai. Envergonho-me de não ter sido eu o que resolveu o problema. Como ele já queimou diversas colmeias quando criança, não foi nada difícil para ele fazer esta arder.

Da semana do dia 3 de agosto ao dia 14 pude ficar em casa, tudo isso devido a uma decisão da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo e do Ministério da Saúde. Então aproveitei para jogar Resident Evil 5. Fiquei a jogar durante dias inteiros para tentar o mais rápido possível ganhar todos os troféus do jogo. Resultado: não consegui. Agora tentarei novamente só quando eu retornar para casa nas festas de fim de ano.

Resident Evil 5
É Chris, tentei mas não deu…

O meu irmão já me "atropelou" quanto aos troféus no PlayStation 3. Não duvido que ele consiga 100% em todos os jogos que temos em casa. Para quem ficou curioso, aí está meu Portable ID:

Quando ganhar meu primeiro troféu de platina contente virei aqui contar meu feito!

E quanto as aulas… vou mal. Eu obtive péssimas notas no último semestre. Confesso que estou extremamente triste e desanimado, mas ainda não acabou. Veremos o que o destino me reserva desta vez, mas espero que seja algo bem melhor que antes.

24 de agosto de 2009 Posted by | Vida | , | Deixe um comentário